CONTAGEM REGRESSIVA

"... sabemos que a arte de nosso tempo, ela própria, no que tem de mais ousado, se coloca no horizonte do precário, desprezando o conforto das formas fixas e a tutela sereníssima do eterno." (Haroldo de Campos, na introdução do livro Pequena Estética, de Max Bense)


CUMPLICIDADE

quarta-feira, 7 de março de 2012

SEDUÇÃO 02




4 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Isso é que eu chamo de sedução.

Boa manobra!

myra disse...

AH!! BOA!!!!!

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

Bardo, essas estão entre as melhores manobras.
Abração!

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

Que bom que tenha gostado, Myra.
Abraços.