CONTAGEM REGRESSIVA

"... sabemos que a arte de nosso tempo, ela própria, no que tem de mais ousado, se coloca no horizonte do precário, desprezando o conforto das formas fixas e a tutela sereníssima do eterno." (Haroldo de Campos, na introdução do livro Pequena Estética, de Max Bense)


CUMPLICIDADE

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

SOLITUDO



8 comentários:

Cosmunicando disse...

síntese de oceano... só precisa 1.

lindo o grafismo!

beijos

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

a
gota
que
afoga
agora
afaga

beijão, mercedosa.

fernando disse...

a mina
do mino
não
es
gota


afaga
a mente

gentilmente
a gente
agra
dece

nina rizzi disse...

gosto dos gostos do sítio. gotas e gatos :)

(vc já foi pezente? se sim, bimba!)

Moacy Cirne disse...

de gota em gota
se faz
um poema da gota
serena


abraços

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

zappa
essa nossa
mina profunda
em portais
de estalactites
de estalagmites

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

nina,
sempre pesenti
já fui presente
em pezente
em pezenti
em pesente
e outros entes
inclusive rizzo (da avó)
que me aproxima do seu rizzi

lindos risos presentes em nós.
vamos gotejar.

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

moacy,

serena
é a gota
no sereno