CONTAGEM REGRESSIVA

"... sabemos que a arte de nosso tempo, ela própria, no que tem de mais ousado, se coloca no horizonte do precário, desprezando o conforto das formas fixas e a tutela sereníssima do eterno." (Haroldo de Campos, na introdução do livro Pequena Estética, de Max Bense)


CUMPLICIDADE

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

FENIXCÍDIO



13 comentários:

Moacy Cirne disse...

Ótimo, cara, ótimo! Duas admirações, seus deuses...

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

opa, moacy... oremos... rs...
abraço, chapa.

Cosmunicando disse...

cinzas adubando idéias e mitos... bom mesmo!!
beijos

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

obrigadão, mercedosa!!!
beijão.

fernando disse...

é
isso

sei que é osso
duro

mas você, rubens
tem cálcio de sobra

isso que digo
é essa
habilidade síntese

isso
de dizer tanto
tanto
que poucas palavras
parecem manadas
alcatéias
bandos...

abrasoberbo!

Adrian Dorado disse...

Me interesó mucho el blog. Está muy bueno, la poesía visual me llega mucho.
Abrazo.

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

fernando
de ferro
que nada
andando
em tudo
forte
e
leve

mo
vi
men
to

suas palavras
fortalecem
e jorram

abrasol e luar

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

adrian,
meu castelhano
não tem a riqueza
do espanhol
mas suas palavras
me enriquecem delas.

abrazo

fernando disse...

dedos
de pirro
cutucam

será
a morte
uma festa
orgânica?

que pune e
absolve
o espírito
lhe dando
a eternidade?

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

talvez seja
a morte
uma
(húmus)
festa
orgânica

quiçá
a morte
seja
o norte
do
organismo
ou o orgasmo
da vida

fernando disse...

que
seja
um gozo

que
seja
em gaza

que
seja
em casa

que
seja
terra
carbono
e
brasa

.
.
.

manorubens,
destaco:

MORTE

NORTE DO ORGANISMO
ORGASMO DA VIDA

brilhante!

que se abra o dia!

innername disse...

nem tudo a morte morre
nem tudo a morte mata.
Genial.

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

obrigado, nina... mas o genial fica por sua conta... estou mais pra genioso... rs rs rs...
beijão