CONTAGEM REGRESSIVA

"... sabemos que a arte de nosso tempo, ela própria, no que tem de mais ousado, se coloca no horizonte do precário, desprezando o conforto das formas fixas e a tutela sereníssima do eterno." (Haroldo de Campos, na introdução do livro Pequena Estética, de Max Bense)


CUMPLICIDADE

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

CAQUIRI AO AMIGO ZAPPA


CAQUI
RI
O
VERDE
CAQUI
QUE
SE 
FARÁ
VERÃO

VOCÊS
VERÃO!

12 comentários:

Cosmunicando disse...

hahahahahahahahahahahaha
caquiloucura isso, adorei !!!

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

caquidivertido!
beijos, mê.

fernando cisco zappa disse...

tem que coisas que divertem
divergem
divagam
a poesia é isso e o que ainda-não...
por tanto
agradeço ao amigo agora
e por todos os verões que
virão!

abraselva!

Flávia disse...

Quando o caqui madurecê
o tímido verão entrará pela porta-horizonte.
Senhor Zappo terá virado ao avesso
de tanto rir do caqui maduro.

abracaquis,
flávia

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

isso, zappa
veremos
verões
que
são
e
virão

abrasilva.

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

flávia,
caqui

de
ma
durar
caquis
hão
de
quicar
de
tanto
rir

Moacy Cirne disse...

Oi, meu caro, o blogue do P/P começou o ano com um poema seu. Abraços.

innername disse...

amanhã tamos de parabens oh capricorniano ;)

Carmem Salazar disse...

ó que sorte! acertei em vir no dia do aniversário... parabéns, Rubens!
felicidades, querido. grande abraço.

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

moacy, mais uma vez honrado com o espaço.
abraço.

Mirse disse...

Rubens, retribuindo o comentário em
In
Ver
São,
fiquei fascinada com suas poesias.

Parabéns, e se me permite gostaria de publicar uma delas em Meu Lampejo. Caso autorize, óbvio.

Um abraço

Mirse

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

oi, Mirse, obrigado pelas palavras carinhosas.
sem necessidade de autorização, apanhe o que desejar. tudo é nosso!
abraço.